A Educação Estético-Ambiental em práticas educativas humanizadoras

Autores

  • Nara Rosane Machado de Oliveira Universidade Federal de Santa Maria

DOI:

https://doi.org/10.14295/ambeduc.v27i1.14257

Palavras-chave:

Educação Estético-Ambiental, Práticas educativas humanizadoras, Experiência/vivência, Formação integral

Resumo

Nestes tempos pandêmicos iniciados no ano de 2020, em que estamos conectados virtualmente e isolados socialmente, nasce a inquietação de refletir, avaliar e reinventar nossos processos de ensino/aprendizagem. Nosso objetivo com esse texto é discutir a Educação Estético-Ambiental (EEA) como práxis docente a partir da experiência/vivência da autora como discente em curso presencial e supervisora em um curso de extensão Ead. Como metodologia utilizamos a dialética de construção do conhecimento ancorada na compreensão de que o conhecimento é construído pelas pessoas na sua relação com as outras e com o mundo. Por fim, cremos na educação estético-ambiental como práxis docente teimosa no esperançar de que a mudança é sempre possível.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Nara Rosane Machado de Oliveira, Universidade Federal de Santa Maria

Doutoranda em Educação pela Universidade Federal de Santa Maria, Mestre em Ensino pela Universidade Federal do Pampa - Campus Bagé RS, Especialista em Educação e Diversidade Cultural pela Universidade Federal do Pampa - Campus Bagé RS, Especialista em Segurança Pública pela Pontifícia Universidade Católica do RS, Licenciada em Letras Português/Espanhol e respectivas Literaturas na Universidade Federal do Pampa - Campus Bagé e Bacharel em Ciências Contábeis na Fundação Átila Taborda - Faculdades Unidas de Bagé - FAT-FUNBA. Membro do Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Infâncias, Juventudes e suas famílias - GEPIJUF da Universidade Federal de Santa Maria/RS. Membro do INCLUSIVE - Grupo de Estudos e Pesquisa em Inclusão e Diversidade na Educação Básica e no Ensino Superior da Universidade Federal do Pampa/RS.. Interesse de estudos nas áreas de ensino, políticas públicas na educação para todos com ênfase no Ensino Médio, relações sócio-históricas-culturais relativas as (in)(ex)clusões sociais das juventudes, literatura, direitos humanos, sociologia e diversidade cultural como construtores de cidadania.

Referências

CHARLOT, Bernard. Da relação com o saber: elementos para uma teoria. Porto Alegre: Artes Médicas Sul, 2000.

DUARTE JR, João Francisco. Fundamentos estéticos da educação. São Paulo: Cortez/Universidade de Uberlândia, 1981.

ESTEVEZ ALVAREZ, Lurima. La Educación Estético-Ambiental en la formación de educadores(as). 2017. 243f. Tese (Doutorado), Programa de Pós-Graduação em Educação Ambiental, Universidade Federal do Rio Grande-FURG, Rio Grande, 2017.

FRANCO, Augusto de. Uma teoria da cooperação baseada em Maturana. Revista Aminoácidos, vol. 4, Brasília/AED, 2002, p. 25-26. Disponível em: http://api.ning.com/files/yIATTnXz2VJFM3jz*c--pZIk0gFH8Tq*qRqYpVZRsmsJ1gkFwMqLtkBDqRzuLr95LDs2uxVyzRFMMPTvoihCVeDRAL44-CP/UMATEORIADACOOPERAOBASEADAEMMATURANAFrancoAugusto2001.pdf . Acesso em: 31 dez. 2021.

FREIRE, Paulo. Medo e ousadia: o cotidiano do professor. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1986.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 2014.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2017.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da esperança: um reencontro com a pedagogia do oprimido. São Paulo: Paz e Terra, 2018.

FREITAS, Diana Paula Salomão de, et al. Experiências didático-pedagógicas com educação estético-ambiental na formação acadêmico-profissional.1.ed. Veranópolis: Diálogo Freiriano, 2020.

GORDILHO, Jorge Antonio. O supervisor: a dimensão supervisional na empresa. São Paulo: All Print, 2010.

GUARESCHI, Pedrinho; REDIN, Euclides. Medo e ousadia. In.: STRECK, Danilo; R. REDIN, Euclides; ZITKOSKI, Jaime José. Dicionário Paulo Freire. 3. ed. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2016.

LARROSA, Jorge. Notas sobre a experiência e o saber de experiência. Tradução de João Wanderley Geraldi. Revista Brasileira de Educação, Jan/Fev/Mar/Abr 2002, Nº 19. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/rbedu/n19/n19a02.pdf. Acesso em: 31 dez. 2021.

MATURANA, Humberto. Emoções e linguagem na educação e na política. Tradução: José Fernando Campos Fortes. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 1998.

MELLO, Elena Maria Billig; SALOMÃO DE FREITAS, Diana Paula. A formação docente no viés da Inovação Pedagógica: processo em construção. Anais ... XXVIII Simpósio Brasileiro de Política e Administração da Educação: estado, políticas e gestão da educação: tensões e agendas em (des)construção. João Pessoa-PB, 2017, p.1793-1802.

OLIVEIRA, Nara Rosane Machado de. Ambientação Estética. In.: FREITAS, Diana Paula Salomão de, et al. Experiências didático-pedagógicas com educação estético-ambiental na formação acadêmico-profissional.1.ed. Veranópolis: Diálogo Freiriano, 2020, p. 83-86.

PANNUNZIO, Maria Inês Moron et al. O diário de bordo como instrumento de aprendizagem e avaliação no processo de educação pela arte. Anais da 57ª Reunião Anual da SBPC-Fortaleza, CE, Julho/2005. Disponível em: http://www.sbpcnet.org.br/livro/57ra/programas/senior/RESUMOS/resumo_3139.html. Acesso em: 15 fev. 2021.

SANTOS, Daren Chaves Severo dos. Formação mais integral do sujeito. In.: FREITAS, Diana Paula Salomão de, et tal. Experiências didático-pedagógicas com educação estético-ambiental na formação acadêmico-profissional.1.ed. Veranópolis: Diálogo Freiriano, 2020, p. 42-46.

SILVEIRA, Wagner Terra; FREITAS, Diana Paula Salomão de; ESTÉVEZ, Pablo René. O que é a educação estético-ambiental? In.: FREITAS, Diana Paula Salomão de, et tal. Experiências didático-pedagógicas com educação estético-ambiental na formação acadêmico-profissional.1.ed. Veranópolis: Diálogo Freiriano, 2020, p. 33-37.

SOUZA DE FREITAS, Ana Lúcia. Curiosidade Epistemológica. In.: STRECK, Danilo; R. REDIN, Euclides; ZITKOSKI, Jaime José. Dicionário Paulo Freire. 3. ed. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2016.

VASCONCELLOS, Celso dos S. Metodologia dialética em sala de aula. In.: Revista de Educação AEC, N. 83, Brasília: abril de 1992. Disponível em: https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/4358172/mod_resource/content/1/Metodologia%20dial%C3%A9tica%20em%20sala%20de%20aula.pdf. Acesso em: 31 dez. 2021.

Downloads

Publicado

2022-08-03

Como Citar

Machado de Oliveira, N. R. (2022). A Educação Estético-Ambiental em práticas educativas humanizadoras. Ambiente &Amp; Educação, 27(1), 1–21. https://doi.org/10.14295/ambeduc.v27i1.14257

Edição

Seção

Educación Estético-Ambiental (EEA): fundamentos, saberes y práctica