A perspectiva Estético-Ambiental e a arte na Pedagogia

uma carta reflexiva

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14295/ambeduc.v27i1.14233

Palavras-chave:

Ensino de artes, Educação Básica, Educação Ambiental

Resumo

Neste artigo, escrito em forma de carta, analisamos propostas educativas que objetivaram desenvolver os sentimentos humanos e a sensibilidade para formar seres mais integrais, por meio do ensino de artes. Esta práxis estético-ambiental, realizada no âmbito da formação de professores/as, foi relacionada às cartas-respostas de Pablo René Estévez, em seu livro Los colores del arco iris. A Análise Textual Discursiva das autoavaliações e avaliações de um projeto de ensino e de um componente curricular por 61 discentes evidenciou as categorias: arte como expressão essencial do ser humano; reflexão sobre arte como acessório ou conteúdo; sensibilidade estética; processos formativos a partir da educação estética; e arte como manifestação sociopolítica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Edson Ponick, Universidade Federal de Pelotas

Professor da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Pelotas. Doutor em Teologia com ênfase na Teologia com Crianças e Licenciado em Música pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Participante do Grupo de Pesquisa Formação Docente e Educação Musical. Participante de projetos de pesquisa, ensino e extensão nas áreas de Educação Musical na Infância, Arte e Educação e o Brincar nas Infâncias.

Diana Paula Salomão de Freitas, Universidade Federal de Pelotas

Professora da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Pelotas e do Programa de Pós-graduação em Ensino - Mestrado Acadêmico - da UNIPAMPA. Mestre em Educação Ambiental e Doutora em Educação em Ciências pela FURG. Líder do Eco-Estética: Grupo Interinstitucional e Transcultural de Estudos, Pesquisa e Extensão em Educação Estético-Ambiental e Vice-líder do Grupo de Pesquisa em Inovação Pedagógica na Formação Acadêmico-Profissional dos Profissionais da Educação.

Referências

BEHAR, Patrícia Alejandra. Jornal da Universidade: UFRGS, 2020. O Ensino Remoto Emergencial e a Educação a Distância. Disponível em:

https://www.ufrgs.br/coronavirus/base/artigo-o-ensino-remoto-emergencial-e-a-educacao-a-distancia/ Acesso em 19/12/2021.

BRUM, Eliane. Como resistir em tempos brutos. Jornal El País: Brasil, 2018. Disponível em: https://brasil.elpais.com/brasil/2018/10/08/opinion/1539019640_653931.html Acesso em 19/12/2021.

CAMPILHO, Matilde. (Sangue Latino). Entrevistada: Campilho, Matilde Entrevistador: Nepomuceno, Eric. Nepomuceno Filmes. (26'01'') Direção: Felipe Nepomuceno. Nepomuceno Filmes (26' 01''). Transmitido ao vivo 17 abril de 2017 pelo Canal Brasil. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=VldpHiRir4c Acesso em: 19 dez. 2021.

CHADE, Jamil. Na Hungria ou no Brasil, a arte volta a ser escudo da democracia. Jornal El País Brasil, 11/12/2019. Disponível em https://brasil.elpais.com/opiniao/2019-12-11/na-hungria-ou-no-brasil-a-arte-volta-a-ser-escudo-da-democracia.html. Acesso em: 19 dez. 2021.

ESTÉVEZ, Pablo René. Los colores del arco iris. La Habana: Editorial Pueblo y Educación, 2008.

ESTÉVEZ, Pablo René. A alternativa estética na educação. Rio Grande: Editora da FURG, 2009.

ESTÉVEZ, Pablo René. Educar para el bien y la belleza. Rio Grande: Editora da FURG, 2011.

ESTÉVEZ, Pablo René; ALVAREZ, Lurima Estevez. La educación estética en la perspectiva trandisciplinaria. La Habana: Editorial Universitaria Félix Varela, 2018.

FREIRE, Paulo. Educação como Prática da Liberdade. 8.ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1978.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 24. ed. São Paulo: Paz e Terra, 2002.

GUEDES, Adriane Ogêda; FERREIRA, Michelli Dantas. Formação sem fôrma: a singularidade do processo de ser professor da Educação Infantil. Revista Educação, Porto Alegre, v. 43, n. 1, p. 1-12, jan.-abr. 2020.

KOHAN, Walter. Paulo Freire, mais do que nunca: uma biografia filosófica. Belo Horizonte: Vestígio, 2019.

MANN, Thomas. A montanha mágica. Trad. Herbert Caro. 2. Ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2000.

MÖDINGER, Carlos R. et alii. Práticas Pedagógicas em Artes: Espaço, Tempo, Corporeidade. Erechim: Edelbra, 2012.

MORAES, Roque; GALIAZZI, Maria do Carmo. Análise Textual Discursiva. Ijuí: Ed. Unijuí,2007.

PESSOA, Fernando. O Guardador de Rebanhos. In: Poemas de Alberto Caeiro. Lisboa: Ática. 1946 (10. ed. 1993).

PINTO, Alvaro Vieira. Sete Lições sobre Educação de Adultos. São Paulo: Autores Associados: Cortez, 1987.

PONICK, Edson; NÖRNBERG, Marta. Entre abraços e embaraços: reflexões ético-estético-afetivas sobre o estar em sala de aula. In: BUSSOLETTI, Denise Marcos; MEIRA, Mirela Ribeiro; PASTOR, Begoña García (Orgs.). Infâncias: ética, estética e criação. 1. ed. Pelotas/RS: Editora e Gráfica Universitária, 2011, v. 1, p. 193-207.

OMS, Diretor geral (2017-2022: Tedros Adhanom Ghebreyesus). Discurso por ocasião da Abertura da 74 Assembleia Mundial da Saúde. Genebra, 24 mai. 2021. Disponível em: WHO Director-General's opening remarks Global Health Landscape Symposium - 9 December 2021. Acesso em: 10 dez. 2021.

OSTETTO, Luciana Esmeralda. Educação Infantil e arte: sentidos e práticas possíveis. Coleção Objetos Educacionais UNESP, 2011. Disponível em http://acervodigital.unesp.br/handle/123456789/320 Acesso em 14/12/2021.

ROMANELLI, Guilherme G. Ballande. Antes de falar as crianças cantam! Considerações sobre o ensino da música na Educação Infantil. Revista Teoria e Prática da Educação, v. 17, n.3, p. 61-71, set./dez. 2014.

SANTOS, Boaventura de Souza. A Cruel Pedagogia do Vírus. Almedina: Coimbra, 2020.

VIEIRA, Adriano. Carta Pedagógica. In: STRECK, Danilo R.; REDIN, Euclides; ZITKOSKI, Jaime José (Orgs.). Dicionário Paulo Freire. 1. ed. Autêntica Editora: Belo Horizonte, 2015. Em formato e-book Kindle.

VIGOTSKI, L. S. Psicologia pedagógica. Tradução do russo e introdução de Paulo Bezerra. 3. ed. São Paulo: Editora WMF Martins Fontes, 2010.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS (UFPel). Pró-Reitoria de Ensino. Minuta de Parecer Normativo: calendário acadêmico alternativo no contexto da pandemia do COVID-19. 2020. Disponível em: https://wp.ufpel.edu.br/pre/files/2020/05/Minuta_de_Parecer_Normativo___CALENDARIO_ACADEMICO_ALTERNATIVO_NO_CONTEXTO_DA_PANDEMIA_DO_COVID_19.pdf Acesso em 17/02/ 2022.

VASCONCELLOS, Celso. Metodologia Dialética em Sala de Aula. Revista de Educação AEC, Brasília, n. 83. abr. 1992.

Downloads

Publicado

2022-08-03

Como Citar

Ponick, E., & Salomão de Freitas, D. P. (2022). A perspectiva Estético-Ambiental e a arte na Pedagogia: uma carta reflexiva. Ambiente &Amp; Educação, 27(1), 1–29. https://doi.org/10.14295/ambeduc.v27i1.14233

Edição

Seção

Educación Estético-Ambiental (EEA): fundamentos, saberes y práctica