A educação ambiental e o contexto infantil e familiar durante a pandemia da COVID-19

Autores

  • Alice Maria Correa Medina Unniversidade de Brasília
  • Marina Barreto Aviani Ribeiro Universidade de Brasília
  • Isabela Gomes Kyrillos Universidade de Brasília

Palavras-chave:

Crianças; Educação Ambiental; Isolamento Social.

Resumo

Ao tratar sobre a pandemia, da COVID-19 é necessário considerar as mudanças advindas, sobretudo, de isolamento social, que obrigou as famílias a se isolarem dentro de casa. O estudo foi realizado com crianças e seus familiares e, apresentou como objetivo verificar a participação das crianças em atividades relacionadas às representações por meio de desenhos, acerca do desenvolvimento de uma planta e registros fotográficos durante o isolamento social, no contexto familiar.  Foi um estudo qualitativo, baseado na investigação empírica de um fenômeno contemporâneo relacionado à vida cotidiana (YIN, 2005) e caracterizado como um trabalho interpretativo (BAUER; GASKELL, 2002). Como resultado observou-se que as atividades relacionadas à educação ambiental, na infância, aliada à tecnologia, podem favorecer as relações ambientais e familiares.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alice Maria Correa Medina, Unniversidade de Brasília

Professora Adjunta da Universidade de Brasília

Docente do Programa de Pós-graduação em Educação (PPGE) - Linha de Pesquisa - Educação Ambiental e Ecologia Humana

Docente da Faculdade de Educação Física

Pós-doutorado em Educação na Universidade de Barcelona

Marina Barreto Aviani Ribeiro, Universidade de Brasília

Graduanda da Universidade de Brasília

Bolsita do Programa de Iniciação Científica - ProIC - UnB

Isabela Gomes Kyrillos, Universidade de Brasília

Graduanda da Universidade de Brasília

Intergrante do Programa de Iniciação Científica ProIC - UnB

Referências

ANDRÉ, Marli Eliza Dalmazo Afonso . Etnografia da prática escolar. Campinas: Papirus, 1995.

AYDOGDU, ALF. Saúde mental das crianças durante a pandemia causada pelo novo coronavírus: revisão integrativa. Journal Health NPEPS. 2020.

BAUER, Martin W.; GASKELL, Gaskell. Pesquisa qualitativa com texto, imagem e som: um

manual prático. Petrópolis: Vozes, 2002.

BEZERRA, Anselmo; SILVA, Carlos Eduardo Menezes da; SOARES, Fernando Ramalho; SILVA, José Alexandre Menezes. Fatores associados ao comportamento da população durante o isolamento social na pandemia de COVID-19. Ciênc. saúde coletiva 25 (suppl 1), 2020. Disponível em: < https://www.scielo.br/j/csc/a/9g4hLHkSSW35gYsSpggz6rn/abstract/?lang=pt> Acesso em: 08 jul. 2021.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Educação é a Base. Brasília, MEC/CONSED/UNDIME, 2017.

BRASIL. Decreto Nº 40.509, de 11 de março de 2020. Dispõe sobre as medidas para enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do novo coronavírus, e dá outras providências. 132º da República. 60º de Brasília. Brasília. 2020.

BRASIL. Decreto Nº 40.939, de 2 de julho de 2020. Dispõe sobre as medidas para enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do novo coronavírus, e dá outras providências. 132º da República. 61º de Brasília. Brasília. 2020.

BIEGING, Patrícia; BUSSARELLO, Raul; ULBRICHT, Vania, Ribas, OLIVEIRA, Lídia. Tecnologia e novas mídias. São Paulo: Pimenta Cultural, 2013.

CEVALLOS-ROBALINO, Doménica; REYES-MORALES, Nicolás; RUBIO-NEIRA, Mario. Evolución e impacto de la infodemia en la población infantil en tiempos de COVID-19. Rev Panam Salud Publica 45, 2021.

DENZIN, Norman; LINCOLN, Yvonna. O Planejamento da Pesquisa Qualitativa: Teorias e Abordagens. Porto Alegre: Artmed, 2006.

DOSS, Estefani; RODRIGUES, Edina Paula; BAVARESCO, Ângela Maria; BAVARESCO, Paulo Ricardo. ECOPSICOTERAPIA: A NATUREZA COMO FERRAMENTA TERAPÊUTICA. Anuário Pesquisa e Extensão Unoesc São Miguel do Oeste, [S. l.], v. 3, p. e19698, 2018. Disponível em: <https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeusmo/article/view/19698>. Acesso em: 09 jul. 2021.

ELALI, Gleice. O ambiente da escola – o ambiente na escola: uma discussão sobre a relação escola–natureza em educação infantil. Rio Grande do Norte. 2003.

FOLHA INFORMATIVA COVID-19 - escritório da OPAS e da OMS no Brasil. Organização Pan-Americana da Saúde. 9 de outubro de 2020. Disponível em: <https://www.paho.org/>. Acesso em: 20 de novembro de 2020.

FLORÊNCIO JÚNIOR, Públio; PAIANO, Ronê; COSTA, Aandré dos S. Isolamento social: consequências físicas e mentais da inatividade física em crianças e adolescentes. Revista Brasileira de Atividade Física & Saúde, [S. l.], v. 25, p. 1–2, 2020. DOI: 10.12820/rbafs.25e0115. Disponível em: <https://rbafs.emnuvens.com.br/RBAFS/article/view/14263>. Acesso em: 30 jul. 2021.

G1. Aulas presenciais nas escolas particulares do DF são retomadas nesta segunda, veja regras. Brasília, DF. 20 de setembro de 2020. Disponível em: <https://g1.globo.com/>. Acesso em: 23 de novembro de 2020.

GIL, Antônio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. 5.ed. São Paulo: Atlas, 1999.

GOLDENBERG, Luciane; FROTA, Ana Maria Monte Coelho. O desenho infantil como escuta sensível na pesquisa com crianças: inquietude, invenção e transgressão na elaboração do mundo. Rev. Humanidades, Fortaleza. v. 32, n. 2, p. 172-179, jul./dez. 2017.

GUERRA, Antônio; ORSI, Raquel; STEUCK, Eliane; SILVA, Márcia; SERPA, Paulo; SANTOS, Bruna; ROCKET, Ananda. Educação ambiental: a resistência e o esperançar em tempos de pandemia. Revbea, São Paulo, V. 15, No 4: 237-258, 2020.

JÚNIOR, Samuel Silva; NOGUEIRA, Arlene. O projeto “sementinha mágica” e o ensino de ciências para crianças na educação infantil. Revista Arete. Revista Amazônica de Ensino de Ciências, 2013.

LAKATOS, Eva Maria; MARCONI, Marina de Andrade. Metodologia do trabalho científico. 4.ed. São Paulo: Atlas, 1993.

LIMA, Francielle; MORAIS, Joscimaria; BASSETTI, Fátima de Jesus. Percepção ambiental de crianças: investigação realizada por meio de desenhos. Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Curitiba. 2014.

LOPES, Priscila Almeida; PIMENTA, Cintia Cerqueira Cunha. O uso do celular em sala de aula como ferramenta pedagógica: Benefícios e desafios. Revista Cadernos de Estudos e Pesquisa na Educação Básica, Recife, v. 3, n. 1, p. 52 – 66 - CApUFPE, 2017.

LOPES, Ester Susana; TRACANA, Rosa Branca; CARVALHO, Graças Simões de. A criança e a natureza. Evidências sobre benefícios do contacto da natureza. O que ficou por fazer? In: Carvalho, G.S., Parente, M.C., Vilaça, T., Vieira, M. de F., Sarmento, T. & Ferreira, F.I. (Eds.). EDULOG International Conference on Early Childhood Education: What Science Has to Teach Us - Programme and Abstracts. Braga: CIEC. p.10-11, 2018.

LOUREIRO, Carlos Frederico. Educar, participar e transformar em educação ambiental. Revista Brasileira de Educação Ambiental, 2004.

LÜDKE, Menga e ANDRÉ, Marli E. D. A. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. São Paulo: EPU, 1986.

MEDEIROS, Angélica; PEREIRA, Eliane; SILVA, Rose. Desafios das Famílias na Adaptação da Educação Infantil à Distância Durante a Pandemia de Covid-19: Relato de Experiência. EaD em Foco, v. 10, n. 3, e1051, 2020.

MEREDIEU, Florence de. O desenho infantil. 6. ed. São Paulo. 1999.

MINAYO, Maria Cecília de Souza. O Desafio do Conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. 2.ed., São Paulo: Hucitec/ Abrasco, 1993.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. CNE aprova diretrizes para escolas durante a pandemia. Brasília. 28 de abril de 2020. Disponível em: <http://www.portal.mec.gov.br/>. Acesso em: 28 de novembro de 2020.

MORAES, Eduardo Cardoso. Reflexões acerca das Soft Skills e suas interfaces com a BNCC no contexto do Ensino Remoto. Research, Society and Development. V. 9, n. 10. P. 1689-1699. 2020.

OLIVEIRA, Antônia Soares; NETO, Augusto Brito; OLIVEIRA, Lygia Maria. Processo ensino aprendizagem na educação infantil em tempos de pandemia e isolamento. v. 1 n. 6 (2020). Ciência Contemporânea. Disponível em: <http://cienciacontemporanea.com.br/index.php/revista/article/view/32>. Acesso em: 08 jul. 2021.

OLIVEIRA, Cyntia Bisinoto; MARINHO-ARAÚJO, Claisy Maria. A relação família-escola: intersecções e desafios. Estudos de Psicologia (Campinas) [online]. 2010, v. 27, n. Acesso em: 07 jul. 2021. pp. 99-108. Disponível em: <https://doi.org/10.1590/S0103-166X2010000100012>. Epub 04 Jan 2011. ISSN 1982-0275. Acesso: em: 08 jul. 2021.

PACHECO, Mariã Aparecida Torres; PINTO, Leandro Rafael PETROSKI, Fábio Roberto. O uso do celular como ferramenta pedagógica: uma experiência válida. EDUCERE. XII CONGREÇO NACIONAL DE EDUCAÇÃO. Disponível em: < https://educere.bruc.com.br/arquivo/pdf2017/24549_12672.pdf>. Acesso em: 08 jul. 2021

PAPALIA, Diane; FELDMAN, Ruth. Desenvolvimento humano. Artmed editora, 2013.

PEQUITO, Paula; PINHEIRO, Ana; SILVA, Brigite; GONÇALVES, Daniela; CORTESÃO, Irene; NEVES, Ivone. Histórias de um bicho mau: traços e vozes das crianças sobre a COVID-19. Porto: Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti. 2020.

RODRIGUES, José Victor dos Santos; LINS, Ana Carolina. Possíveis impactos causados pela pandemia da COVID-19 na saúde mental das crianças e o papel dos pais neste cenário. Research, Society and Development, 2020.

ROSA, Helena Rinaldi. Desenho da figura humana em crianças: indicadores emocionais, evidências de validade e precisão. 2018. Tese (Livre Docência em Psicologia escolar e do desenvolvimento humano) - Instituto de Psicologia, University of São Paulo, São Paulo, 2018.Disponível em: <https://www.semanticscholar.org/paper/Desenho-da-figura-humana-em-crian%C3%A7as%3A-indicadores-e Rosa/2dd36649f8edc8b7b1c84ed23d192fb8c3fdc035>. Acesso em: 08 jul. 2021.

SARMENTO, Manoel Jacinto. Conhecer a infância: os desenhos das crianças como produções simbólicas. Campinas. 2011.

SAURABH Kumar; RANJAN Shilpi. Compliance and Psychological Impact of Quarantine in Children and Adolescents due to Covid-19 Pandemic. Indian J Pediatr. 2020

SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DO DISTRITO FEDERAL. Cronograma de retomada das atividades presenciais nas escolas da rede pública do DF será adiado. Brasília, DF. 19 de agosto de 2020. Disponível em: < http://www.educacao.df.gov.br/>. Acesso em: 23 de novembro de 2020.

SIQUEIRA, Alessandra Cardoso; FREIRE, Cláudia de Oliveira. A INFLUÊNCIA DA TECNOLOGIA NO DESENVOLVIMENTO INFANTIL. Revista FAROL. Edição v. 8, n. 8 (2019). Disponível em:< http://www.revistafarol.com.br/index.php/farol/article/view/152>. Acesso em: 08 jul. 2021.

TIRIBA, Léa; PROFICE, Cristiana Cabicieri. Crianças da Natureza: vivências, saberes e pertencimento. Educação & Realidade, 2019.

YIN, R. Estudo de caso. Planejamento e Métodos. Porto Alegre: Bookman, 2005.

Downloads

Publicado

2022-05-04

Como Citar

Correa Medina, A. M. ., Barreto Aviani Ribeiro, M., & Gomes Kyrillos, I. (2022). A educação ambiental e o contexto infantil e familiar durante a pandemia da COVID-19. Ambiente &Amp; Educação, 26(2), 134–154. Recuperado de https://seer.furg.br/ambeduc/article/view/13517

Edição

Seção

Educação Ambiental e a Pandemia de COVID-19