Visibilidades lésbicas em plataformas de mídias sociais: heteronormatividade e resistências no YouTube, Instagram e TikTok

Autores

  • Joana Ziller Universidade Federal de Minas Gerais
  • Dayane do Carmo Barretos Universidade Federal de Minas Gerais
  • Kellen Xavier Universidade Federal de Minas Gerais
  • Leíner Hoki Universidade Federal de Minas Gerais
  • Luiza Bodenmüller Universidade Federal de Minas Gerais
  • Mônica França Dias Universidade Federal de Minas Gerais

Resumo

O jogo entre resistência e docilidade às normas de gênero ganha contornos específicos quando visto a partir das plataformas de mídias sociais. Tais disputas são o cerne do artigo, que se volta às visibilidades e invisibilidades de lesbianidades no YouTube, Instagram e TikTok. Cada uma das pesquisas, brevemente apresentadas, se moldou metodologicamente às especificidades das plataformas. Além de registrar resultados de levantamentos desenhados a partir de abordagens quantitativas e qualitativas, o texto também se volta aos deslizamentos de sentido e negociações implementadas com as normas de gênero em busca de ampliar a circulação de conteúdos. Entende como comuns às plataformas a lógica rich get richer e a normatização dos corpos mesmo no que tange às sexualidades desviantes, com o predomínio de mulheres brancas, magras, jovens em corpos sem deficiência e que performam feminilidade.

Biografia do Autor

Joana Ziller, Universidade Federal de Minas Gerais

Professora permanente do Programa de Pós graduação em Comunicação da UFMG, coordena o Grupo de Estudos em Lesbianidades (GEL) do Núcleo de Pesquisa em Conexões Intermidiáticas (NucCon) e a Formação Transversal em Gênero e Sexualidade: perspectivas Queer/LG BTI, ambos da UFMG.

Dayane do Carmo Barretos, Universidade Federal de Minas Gerais

Dayane do Carmo Barretos
Doutoranda do Programa de Pós Graduação em
Comunicação Social da UFMG. Integrante do Grupo de Estudos em
Lesbianidades (GEL), que faz parte do Núcleo de Pesquisa em Conexões
Intermidiáticas (NucCon). E mail: dayanecbarretos@gmail.com

Kellen Xavier, Universidade Federal de Minas Gerais

Doutoranda do Programa de Pós Graduação em Comunicação Social da UFMG. Integrante do Grupo de Est udos em Lesbianidades (GEL) do Núcleo de Pesquisa em Conexões Intermidiáticas (NucCon). E
mail: kellencxavier@gmail.com

Leíner Hoki, Universidade Federal de Minas Gerais

Mestre pelo Programa de Pós Graduação em Artes da UFMG. Integrante do Gru po de Estudos em Lesbianidades (GEL) do Núcleo de Pesquisa em Conexões Intermidiáticas (NucCon). Integrante do Grupo de Pesquisa Estratégias da Arte na Era das Catástrofes (Departamento de Artes Plásticas EBA UFMG). E mail: leinerhoki@gmail.com

Luiza Bodenmüller, Universidade Federal de Minas Gerais

Luiza Bodenmüller 5 Doutoranda do Programa de Pós Graduação em Comunicação Social da UFMG. Integrante do Grupo de Estudos em Lesbianidades (GEL) e do Núcleo de Pesquisa em Conexões Intermidiáticas (NucCon). E mail: luizabodenmuller@gmail.com

Mônica França Dias, Universidade Federal de Minas Gerais

Mônica França Dias Graduanda em Artes Visuais na UFMG. Integrante do Grupo de Estudos em Lesbianidades (GEL) do Núcleo de Pesquisa em Conexões Intermidiáticas (NucCon). Integrante d o projeto de extensão em acessibilidade Arte e Diferença da UFMG. Integrante do Guará Grupo de
Pesquisas Descoloniais em Arte Contemporânea (UDESC). Email: monicafrandias487@gmail.com

Downloads

Publicado

2022-02-17