Submissões

Submissões Online

Já possui um login/senha de acesso à revista VITTALLE - Revista de Ciências da Saúde?
Acesso

Não tem login/senha?
Acesse a página de cadastro

O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso.

 

Diretrizes para Autores

POLÍTICA EDITORIAL
A Vittalle – Revista de Ciências da Saúde/Journal of Health Sciences é uma revista multidisciplinar que possui interesse em trabalhos na área das Ciências da Saúde, Biológicas e Humanas. Publicada em meio impresso (ISSN 1413-3563) e eletrônico (ISSN 2177-7853), a revista possui periodicidade semestral e tem como propósito incentivar a discussão de temas em saúde a partir da interlocução entre diferentes instituições de cunho científico em âmbito nacional e internacional, a fim de ampliar os saberes construídos.
A submissão de um manuscrito à Vittalle requer que o mesmo não tenha sido publicado anteriormente (exceto na forma de resumo em eventos) e que não esteja sob apreciação simultânea em outro periódico. Os manuscritos podem ser submetidos em português ou inglês e, a partir do momento que aceitos para publicação, os mesmos passam a ser propriedade da Vittalle, sendo vedada tanto a reprodução – mesmo que parcial em outros periódicos – seja no formato impresso ou eletrônico, bem como, a tradução para outro idioma sem a autorização da Editoria Científica.
Somente serão aceitas submissões eletrônicas dos artigos, no seguinte endereço: http://www.seer.furg.br/vittalle

CONSIDERAÇÕES ÉTICAS
Os trabalhos de pesquisa devem ter sido submetidos e aprovados pelos respectivos Comitês de Ética em Pesquisa, de acordo com a área de atuação, sendo obrigatório inserir o número do parecer favorável à realização da pesquisa, na metodologia do artigo científico. A veracidade das informações e das citações bibliográficas é de responsabilidade exclusiva dos autores.

AVALIAÇÃO DAS SUBMISSÕES
Uma vez submetido à Vittalle, o artigo científico será encaminhado para avaliação por pares. Após análise crítica dos consultores ad hoc, o artigo será reencaminhado aos autores com o posicionamento do periódico perante as condições: aprovado; aprovado com considerações ou rejeitado. Se aprovado com considerações, os autores deverão realizar os devidos ajustes solicitados tendo o cuidado de manter os comentários dos revisores na coluna da direita e as devidas alterações sugeridas grifadas em vermelho no decorrer do texto; reenviando o arquivo pronto por meio do sistema online no campo específico para tal. Em posse da última versão do artigo, os editores realizarão a análise final do manuscrito para formatação e posterior publicação. Após formatação pelo sistema de editoração, a prova do artigo será enviada aos autores, que terão 48 horas para revisão final do manuscrito antes de sua publicação.
São de inteira responsabilidade dos autores os dados pessoais e aqueles relativos ao artigo, devendo, portanto, serem conferidos minuciosamente antes de reenviar o arquivo final.
No momento da submissão o autor correspondente deverá indicar o nome, afiliação, endereço eletrônico e área de atuação de 3 potenciais revisores para o manuscrito, no campo “Comentários para o editor”. Os revisores deverão ser de Instituições diferentes do autor correspondente. Os editores reservam o direito de utilizar ou não os revisores indicados.

TIPOS DE CONTRIBUIÇÕES
Editorial: Sob responsabilidade do corpo editorial; este texto deve conter, no máximo, 3.000 palavras.

Artigos Originais: Apresentam resultados inéditos de trabalhos completos prospectivos, experimentais ou retrospectivos. Os artigos podem conter até 20 páginas (incluindo folha de rosto e referências) e sua estrutura deve apresentar os tópicos: Introdução; Materiais e Métodos; Resultados; Discussão e Considerações Finais ou Conclusões. Implicações clínicas e limitações do estudo devem ser apontadas; bem como os objetivos do estudo devem ser explicitados ao final do item introdução. Os artigos referentes à estudos com seres humanos ou animais devem conter o número do parecer favorável do Comitê de Ética em Pesquisa.

Revisão Bibliográfica: Deve ter sustentação teórica significativa e atualizada, tratando-se de uma revisão crítica do conteúdo abordado. A estrutura completa deve possuir, no máximo, 20 páginas (incluindo folha de rosto e referências). A estrutura do manuscrito poderá conter as seguintes sessões: Introdução: breve explanação sobre o assunto que será desenvolvido; Materiais e Métodos: esclarecimentos metodológicos acerca da execução do estudo; Revisão Bibliográfica: desenvolvimento da temática de escolha; Considerações Finais ou Conclusões: conclusões que podem ser depreendidas por meio do que foi abordado. A estrutura sugerida não é obrigatória para este tipo de artigo.

Revisão Sistemática: Avaliação crítica ampliada e sistematizada da literatura acerca de alguma temática em ciências da saúde. Deve respeitar os critérios metodológicos básicos para este tipo de artigo científico, descrevendo com detalhes os procedimentos adotados. A estrutura deve possuir, no máximo, 20 páginas (incluindo folha de rosto e referências) e respeitar os seguintes tópicos: Introdução: breve explanação sobre o assunto que será desenvolvido; Materiais e Métodos: esclarecimentos metodológicos detalhados; Revisão Sistemática ou Integrativa: desenvolvimento da temática de escolha; Considerações Finais ou Conclusões: conclusões que podem ser depreendidas por meio do que foi abordado.

Relato de Caso / Série de Casos: Texto reflexivo oriundo de experiência profissional nas áreas das ciências da saúde, biológicas e humanas, baseado em descrições detalhadas de caso(s) clínico(s) relevante(s). Deve conter no máximo 15 páginas (incluindo folha de rosto e referências). A sua estrutura deve contemplar os seguintes tópicos: Introdução: abordando uma breve revisão sobre o quadro clínico a ser descrito e ressaltando a relevância do caso;Relato do caso: apresentação estruturada do caso clínico com sua devida discussão acerca do quadro (contendo perfil do paciente, queixa principal, história pregressa da doença, história patológica familiar e pessoal, sintomatologia, dados de exame clínico, dentre outros); Considerações Finais ou Conclusões: fechamento do caso clínico ressaltando os principais dados.

Relato de experiência: descrição de experiências acadêmicas, assistenciais ou de extensão, que abordem contribuições significativas para a área das ciências da saúde, biológicas e humanas. O relato de experiência deve contemplar a seguinte estrutura: Introdução: deve conter o marco teórico de referência para a experiência e os objetivos da vivência; Metodologia: expõe as metodologias empregadas para realização de tal experiência, incluindo descrição do contexto e procedimentos; Resultados e discussão: devem descrever os resultados observados e a discussão dos mesmos; Considerações Finais ou Conclusões.



ESTRUTURA DO MANUSCRITO

A Vittalle aceita artigos submetidos em português ou inglês. Manuscritos escritos por autores cuja língua materna não é o inglês devem ser verificados por serviços de correção da língua antes da submissão, sendo este de responsabilidade do autor.
O manuscrito deve ser apresentado em arquivo Word (.doc ou .docx), papel A4, fonte Times New Roman, tamanho 12, espaçamento de 1,5 cm entre as linhas, texto justificado e margens de 3,0 cm.
A estrutura do manuscrito deve ser apresentada obedecendo a seguinte ordem:

Folha de rosto (1ª página)
- Título do artigo centralizado, em negrito e em português e inglês seguindo esta sequência.
- Nomes completos dos autores e a instituição a qual estão vinculados.
- Endereço completo e e-mail do autor correspondente.

Resumo (2ª página)
- Devem ser em fonte Times New Roman, tamanho 12 e espaçamento simples contendo até 250 palavras.
- O resumo (abstract) do trabalho deve ser em português e inglês, e acompanhado no mínimo 3 e no máximo 6 palavras-chave (key words).
- O resumo deve enfatizar novos e importantes aspectos do estudo, mostrando-se sucinto, claro e objetivo. Deverá ser baseado nos subitens descritos na seção “Tipos de Contribuição” de acordo com o tipo de artigo desenvolvido.

Estrutura do Texto
A estrutura do texto deverá obedecer aos seguintes subitens abaixo:
Introdução – deve ser breve, relatando o contexto e a justificativa do estudo apoiados em referências pertinentes ao objetivo do manuscrito, o qual deverá estar explícito no último parágrafo. A introdução não deve incluir quaisquer dados ou conclusões do trabalho que está sendo apresentado.
Materiais e Métodos – deve oferecer, de forma clara e detalhada, informações suficientes para permitir que o estudo seja replicado por outros pesquisadores. Técnicas padronizadas bastam ser referenciadas. Abreviaturas e símbolos devem seguir as recomendações da IUPAC-IUB Comission (Comission on Biochemical Nomenclature, Amendments and Corrections). As unidades de medida devem seguir o Sistema Internacional de Unidades. Os autores devem explicitar que a pesquisa foi conduzida dentro dos padrões éticos e, aprovada por Comitê de Ética (especificar qual comitê e o número do protocolo de aprovação do projeto em questão).

Resultados– deve oferecer uma descrição concisa dos achados. O texto não deve repetir os dados contidos em tabelas e/ou figuras.
Discussão – deve interpretar os resultados à luz da literatura científica e das teorias existentes no campo.
Alternativamente, Resultados e Discussão podem ser apresentados em uma única seção.
Tabelas e figuras – caso presentes deverão ser numerados com algarismos arábicos e submetidos juntamente com o artigo, na sequência lógica conforme mencionados no decorrer do texto; em número máximo de oito (8).
Considerações Finais ou Conclusões – devem fazer um fechamento dos principais achados do estudo retomando o objetivo e, demonstrando, dessa forma, que o mesmo foi alcançado.
Agradecimentos – devem ser concisos e incluir as fontes de financiamento, se houver.
Conflito de interesses – Se houver conflitos de interesse, os autores deverão declará-los, nesta seção.
Referências – Devem ser utilizadas as normas de Vancouver para citações e referências bibliográficas. É de inteira responsabilidade dos autores a exatidão das referências bibliográficas, opiniões e conceitos emitidos nos trabalhos.
As referências devem ser numeradas em algarismos arábicos de acordo com a ordem em que aparecem no texto. As citações no texto devem ser identificadas com número da referência entre parênteses.
As citações do tipo "comunicação pessoal" ou "dados não publicados" devem ser evitadas, embora se reconheçam que, eventualmente, elas possam ser usadas. Nestes casos, elas devem ser citadas no texto e não na lista final de referências. As referências que consistem de artigos que foram "aceitos para publicação" ou "no prelo" são aceitáveis. No entanto, as referências dos artigos que são "submetidos" ou "em preparação" não são aceitas.

Exemplos de formatação das referências segundo as normas de Vancouver:
- Artigo em periódico:
Olmedo APM, Silva MG, Muccillo-Baisch, Soares, MCF. Avaliação da função pulmonar em escolares expostos à poluição atmosférica em Rio Grande. Vittalle 2012; 24 (1):11-17.
Parkin DM, Clayton D, Black RJ, Masuyer E, Friedl HP, Ivanov E, et al. Childhood-leukaemia in Europe after Chernobyl: 5 year follow-up. Br J Cancer 1996;73:1006-12.
- Livro:
Baird SB, McCorkle R, Grant M. Cancer nursing: a comprehensive textbook. Philadelphia: WB Saunders; 1991.
- Capítulo de livro:
Bourdieu P. Novas reflexões sobre a dominação masculina. In: Lopes MJM, Meyer DE, Waldow VR. Gênero e Saúde. Porto Alegre: Artes Médicas; 1996. p. 28-40.

Documento em formato eletrônico:
International Union of Biochemistry and Molecular Biology. Recommendations on Biochemical & Organic Nomenclature, Symbols & Terminology etc. [Internet]. London: University of London, Queen Mary, Department of Chemistry; [atualizado em 2006 Jul 24; citado em 2007 Feb 22]. Disponível em: http://www.chem.qmul.ac.uk/iubmb/.
Profiles in Science [Internet]. Bethesda (MD): National Library of Medicine (US); 1998 - [citado em 2011 Jul 8]. Disponível em: http://profiles.nlm.nih.gov
Notas de rodapé – somente utilizadas quando estritamente necessário, devendo ser apresentadas na página a que se referem.

*Ao submeter o artigo, o autor correspondente assume que os demais autores estão cientes da sua participação no manuscrito

 

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.

  1. O processo de submissão do artigo é exclusivamente online através do site http://www.seer.furg.br/vittalle
  2. Ao cadastrar-se no sistema, é preciso preencher todos os itens solicitados; bem como, ao realizar os passos de submissão do artigo científico, é imprescindível que sejam inseridos todos os autores no sistema juntamente aos seus respectivos dados solicitados, além da indicação de possíveis revisores do manuscrito.pelos participantes, de acordo com a Resolução 196/1996 do Conselho Nacional de Saúde e o número do protocolo de aprovação do estudo pelo Comitê de Ética da instituição onde foi realizado.
  3. Os autores deverão anexar ao processo de submissão o arquivo contendo o manuscrito no formato .doc ou .docx (Word).
  4. Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.
  5. Ao submeter o artigo, o autor correspondente assume que os demais autores estão cientes da sua participação no manuscrito
 

Declaração de Direito Autoral

A partir do momento que aceitos para publicação, os artigos passam a ser propriedade da Vittalle, sendo vedada tanto a reprodução – mesmo que parcial em outros periódicos – seja no formato impresso ou eletrônico, bem como, a tradução para outro idioma sem a autorização da Editoria Científica da Vittalle.

 

Política de Privacidade

Os nomes e endereços informados neste periódico serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.