EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR NA PANDEMIA

E OS ESTUDANTES COM DEFICIÊNCIA VISUAL?

Autores

  • Carlos Eduardo Vaz Lopes Centro Universitário Universus Veritas
  • Arlindo Fernando de Paiva Carvalho Junior Instituto Benjamin Constant

DOI:

https://doi.org/10.14295/rds.v23i2.13616

Resumo

O presente texto consiste em um ensaio analítico com objetivo de apresentar reflexões sobre a prática pedagógica de professores de Educação Física escolar juntos aos estudantes com deficiência visual durante o período de pandemia, abordando saberes e questões que podem contribuir para uma prática pedagógica mais inclusiva e democrática. Contextualizamos o cenário de pandemia no Brasil e os desdobramentos da mesma no processo educacional das escolas. Abordamos as compreensões das modalidades e modelos educacionais presente no período de pandemia. Revisamos estudos e pesquisas no campo da Educação Física, que discutem a prática pedagógica no cenário pandêmico e, finalizamos, apresentando reflexões sobre saberes e práticas que consideramos pertinentes em prol da Educação Física democrática, participativa, acessível e inclusiva aos estudantes com deficiência visual, como a participação dos responsáveis no processo educacional, a prática da Audiodescrição, a Orientação e Mobilidade, os jogos adaptados, as tecnologias assistivas, entre outras estratégias pedagógicas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2022-05-12

Como Citar

Lopes, C. E. V., & Carvalho Junior, A. F. de P. (2022). EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR NA PANDEMIA: E OS ESTUDANTES COM DEFICIÊNCIA VISUAL?. Revista Didática Sistêmica, 23(2), 154–168. https://doi.org/10.14295/rds.v23i2.13616