AS CRIANÇAS BRINCAM QUANDO ESTÃO HOSPITALIZADAS?

ALGUMAS CONSIDERAÇÕES SOBRE UMA PROPOSTA DESENVOLVIDA EM UMA BRINQUEDOTECA HOSPITALAR

Autores

  • Adriano Edo Neuenfeldt Univates-RS
  • Rogério José Schuck UNIVATES/RS
  • Waléria Fortes De Oliveira UFSM/RS
  • Ariane Wollenhoupt Da Luz Rodrigues UFSM/RS

DOI:

https://doi.org/10.14295/rds.v23i2.13284

Resumo

Este trabalho diz respeito a uma proposta investigativa e interativa que ocorreu em uma Brinquedoteca Hospitalar de uma instituição de Ensino Superior do sul do Brasil antes da pandemia de COVID-19. A proposta teve a participação de estudantes dos Cursos de Pedagogia e Terapia Ocupacional e de profissionais vinculados ao hospital, tendo sido mediada pelos professores da instituição. O objetivo foi explorar ações formativas, interativas e lúdicas a partir do brincar/jogar, considerando o contexto daquele espaço limitado e de isolamento das crianças. Metodologicamente, o estudo possui aproximações com uma pesquisa-ação e foi organizado a partir dos dados coletados no espaço da pesquisa, com depoimentos e observações. Quanto aos resultados, percebeu-se a necessidade de avançar no que diz respeito às questões formativas, interativas e lúdicas. Além disso, as limitações de espaço e isolamento, impostas pelo contexto hospitalar, contribuíram para reflexões sobre o papel do brincar/jogar em espaços não formais de ensino.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Adriano Edo Neuenfeldt, Univates-RS

Doutorando em Ensino -Univates, Mestrado em Educação - UFSM, Especialização em TICS - UFSM, Licenciatura em Matemática - UFSM, Bacharel em Desenho e Plastica - UFSM

Rogério José Schuck, UNIVATES/RS

Doutorado em Filosofia pela PUCRS. Professor Titular na Univates junto aos PPGEnsio e PPGECE. Coordenador do Mestrado e Doutorado em Ensino da Univates. Integrante da equipe da pesquisa “O ensinar da infância à idade adulta: olhares de professores e alunos” (Univates) e "Ensinando, aprendendo e desenvolvendo produtos educacionais nas Ciências" (Univates). E-mail:  rogerios@univates.br

Waléria Fortes De Oliveira, UFSM/RS

Professora de Psicologia da Educação do Centro de Educação da Universidade Federal de Santa Maria. Professora do Curso de Especialização em Docência na Educação Infantil. Mestre e Doutora em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Em seu doutorado, investigou o protagonismo infantil, através do brincar/jogar, seus espaços-tempos em distintos ambientes educativos, como os pátios e as ruas de uma vila ocupada por integrantes do movimento sem teto. Tem experiência na área de Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: formação de professores de educação infantil, anos iniciais do ensino fundamental e ensino superior, metodologias para educação de crianças de zero a dez anos e protagonismo infantil. Atualmente, atua na formação de educadores lúdicos para distintos espaços educativos.

Ariane Wollenhoupt Da Luz Rodrigues, UFSM/RS

Mestre em Ciências Sociais pela UFSM. Especialista em Tecnologias da Informação e da Educação Aplicadas à Educação pela UFSM. Licenciada em Pedagogia pela UFSM. Trabalha na Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares, Filial Hospital Universitário de Santa Maria-RS.

Downloads

Publicado

2022-05-12

Como Citar

Neuenfeldt, A. E., Schuck, R. J., Oliveira, W. F. D., & Rodrigues, A. W. D. L. (2022). AS CRIANÇAS BRINCAM QUANDO ESTÃO HOSPITALIZADAS? : ALGUMAS CONSIDERAÇÕES SOBRE UMA PROPOSTA DESENVOLVIDA EM UMA BRINQUEDOTECA HOSPITALAR. Revista Didática Sistêmica, 23(2), 169–181. https://doi.org/10.14295/rds.v23i2.13284