ENEGRECENDO - A POTENCIALIDADE DE IMAGENS NEGRAS POSITIVADAS NA SÉRIE SEX EDUCATION (2019)

Autores

  • Andrey Gabriel Souza da Cruz Universidade Estadual de Maringá
  • João Paulo Baliscei Universidade Estadual de Maringá

DOI:

https://doi.org/10.14295/de.v9i2.13555

Resumo

O objetivo é debater sobre representações de negritude na cultura visual contemporânea em articulação com espaços escolares. Para tanto, tomamos como referencial e objeto de análise as visualidades oportunizadas a partir do personagem Eric Effiong, da série Sex Education (2019), primeira temporada, produzida e distribuída pela plataforma de streaming Netflix. Apresentamos e contrapomos os estigmas que permeiam essa identidade racial e, por meio de Eric, analisamos a vivência do personagem em espaço escolar e a potencialidade de sua representação midiáticas em uma série popular entre jovens e adolescentes. No que tange à estrutura, inicialmente discutimos racialidade com estudos étnico-raciais, caminhando, após, para as formas de se ler imagens junto aos Estudos da Cultura Visual e com aporte metodológico do conjunto de procedimentos analíticos denominado PROVOQUE; para, por fim, discutir e apresentar uma cena da série, a qual, consideramos, expressa significativo apreço à negritude.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2022-01-28

Como Citar

Souza da Cruz, A. G., & Baliscei, J. P. . (2022). ENEGRECENDO - A POTENCIALIDADE DE IMAGENS NEGRAS POSITIVADAS NA SÉRIE SEX EDUCATION (2019). Diversidade E Educação, 9(2), 402–420. https://doi.org/10.14295/de.v9i2.13555

Edição

Seção

Corpos em dissidência nos espaços educativos em tempos de discurso de ódio