REPRESENTAÇÃO E REPRESENTATIVADE FEMININAS NA LITERATURA CIENTÍFICA SOBRE A SÉRIE DOCTOR WHO: REVISÃO INTEGRATIVA

Autores

  • Laíne Lopes da Silva Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, Sergipe, Brasil.
  • Claudiene Santos Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, Sergipe, Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.14295/de.v9i2.13038

Resumo

RESUMO

Por meio da revisão integrativa, o estudo investiga as representações e representatividades femininas na série Doctor Who, a partir da perspectiva dos Estudos Culturais e dos estudos de Gênero, pós- estruturalistas que buscou apresentar trabalhos nacionais e internacionais no período dos anos 2000 a 2020, em 9 base de dados. Foram encontradas 714 publicações e, destas, 15 trabalhos foram selecionados com bases em critérios de inclusão e exclusão. As publicações escolhidas foram analisadas dentro de categorias, expondo os principais pontos positivos e negativos da representação feminina. Os resultados obtidos apontam  problematizações entre avanços e retrocessos, contendo inovação na atuação, se caracterizando como um novo espaço pedagógico. Porém, faltam discussões aprofundadas sobre representatividade das mulheres.

PALAVRAS-CHAVE: Doctor Who. Pedagogias culturais. Questões de gênero. Representação feminina

 

RESUMEN

A través de la revisión integradora, el estudio investiga las representaciones y las representatividades femeninas en la serie Doctor Who, desde la perspectiva de los Estudios Culturales y los Estudios de Género, post-estructuralista que buscó presentar obras nacionales e internacionales en el período de 2000 a 2020, en 9 bases de datos. Se encontraron 714 publicaciones y, de ellas, se seleccionaron 15 trabajos según los criterios de inclusión y exclusión. Las publicaciones elegidas se analizaron por categorías, exponiendo los principales puntos positivos y negativos de la representación femenina. Los resultados obtenidos apuntan a problematizaciones entre avances y retrocesos, conteniendo la innovación en la actuación, caracterizándose como un nuevo espacio pedagógico. Sin embargo, faltan debates en profundidad sobre la representación de las mujeres.

PALABRAS-CLAVE: Doctor Who. Pedagogías culturales. Cuestiones de género. Representación femenina.

 

ABSTRACT

Through integrative review, the study investigates the representations and female representativities in the series Doctor Who, from the perspective of Cultural Studies and Gender Studies, post-structuralist that sought to present national and international works in the period from 2000 to 2020, in 9 databases. It was found 714 publications and, from these, 15 works were selected based on inclusion and exclusion criteria. The chosen publications were analyzed within categories, exposing the main positive and negative points of female representation. The results obtained point to problematizations between advances and setbacks, containing innovation in the performance, characterized as a new pedagogical space. However, there is a lack of in-depth discussions about women's representation.

KEYWORDS: Doctor Who. Culturais pedagogies. Gender issues. Female representation

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Laíne Lopes da Silva, Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, Sergipe, Brasil.

Mestranda do Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Cinema/PPGCINE/UFS. Pesquisa financiada pela CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, Sergipe, Brasil.

Claudiene Santos, Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, Sergipe, Brasil.

Docente do Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Cinema/PPGCINE/UFS. Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, Sergipe, Brasil.

Downloads

Publicado

2022-01-28

Como Citar

Lopes da Silva, L., & Santos, C. (2022). REPRESENTAÇÃO E REPRESENTATIVADE FEMININAS NA LITERATURA CIENTÍFICA SOBRE A SÉRIE DOCTOR WHO: REVISÃO INTEGRATIVA . Diversidade E Educação, 9(2), 711–738. https://doi.org/10.14295/de.v9i2.13038