CARTAS DE UM SEDUTOR: APONTAMENTOS PARA O OLHAR MELANCÓLICO DE STAMATIUS

Autores

  • Carlos Eduardo dos Santos Zago Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP/Assis)

Resumo

O romance Cartas de um sedutor foi publicado por Hilda Hilst em 1991, integrando a seara de seus textos pornográficos. Sem perder de vista tal característica, este artigo pretende rastrear elementos que compõem a perspectiva melancólica de seu enunciador Stamatius, um escritor que abdicou de sua posição burguesa para escrever a partir das margens sociais, onde passa a encontrar relíquias e obras filosóficas, literárias e das artes plásticas misturadas a toda espécie de lixo. Dito isso, o artigo pretende reconhecer uma possível filiação do romance, ligando-o às literaturas modernas e modernistas brasileiras, como também detectar as (im)possibilidades de representação dos marginalizados e traçar um dialético jogo dado entre alto e baixo, transcendência e imanência, local e universal, arte erudita e mercadológica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2022-05-24

Como Citar

Zago, C. E. dos S. (2022). CARTAS DE UM SEDUTOR: APONTAMENTOS PARA O OLHAR MELANCÓLICO DE STAMATIUS. Cadernos Literários, 28(2). Recuperado de https://seer.furg.br/cadliter/article/view/14350

Edição

Seção

Artigos