A PRINCESA E O GOBLIN, DE GEORGE MACDONALD: UMA BREVE ANÁLISE DAS EDIÇÕES

Autores

  • Ana Laura de Brum Kury da Silva Universidade Federal do Paraná (UFPR)

Resumo

George MacDonald (1824-1905), escritor escocês do século XIX, é considerado um grande autor de ficção para crianças e adultos em países de língua inglesa. Uma parte significante de sua importância dentro da literatura é atribuída a sua influência em autores como C.S. Lewis (1898-1963) e J.R.R. Tolkien (1892-1973) a partir de suas obras literárias e não literárias – como ensaios e sermões religiosos. Em A Princesa e o Goblin, conto de fadas publicado em 1871, MacDonald explora recursos narrativos incomuns em obras daquela época a partir da figura do próprio narrador e do autor-modelo e leitor-modelo – nomenclaturas utilizadas por Umberto Eco (1994). Observa-se que, embora o manuscrito e as primeiras edições inglesas e americanas de A princesa e o goblin apresentem esses recursos, versões recentes suprimem os esses trechos, omitindo explicações e comentários que podem auxiliar na leitura da obra. O destaque que esses componentes possuem no manuscrito do livro reforça o nosso interesse em destacar essa diferença entre as versões de A princesa e o goblin.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2022-05-24

Como Citar

Laura de Brum Kury da Silva, A. . (2022). A PRINCESA E O GOBLIN, DE GEORGE MACDONALD: UMA BREVE ANÁLISE DAS EDIÇÕES. Cadernos Literários, 28(2). Recuperado de https://seer.furg.br/cadliter/article/view/14348

Edição

Seção

Artigos