REPRESENTAÇÃO DESCRITIVA EM ACERVOS DE VESTUÁRIO

A COLEÇÃO ZUZU ANGEL

Autores

  • Elisabete Gonçalves de Souza Universidade Federal Fluminense. Departamento de Ciência da informação
  • Dandara Senna Universidade Federal Fluminense

DOI:

https://doi.org/10.14295/biblos.v35i2.12640

Palavras-chave:

Catalogação Descritiva., Acervo de vestuário, Angel, Zuzu, 1921-1976.

Resumo

Os acervos de moda reúnem vestimentas e outros objetos caracterizando-se como coleções especiais que necessitam de tratamento descritivo específico. O objetivo é conhecer e avaliar as formas de representação e descrição de um acervo de vestuário a fim de auxiliar os profissionais na sua organização. Quando à metodologia, trata-se de pesquisa de cunho bibliográfico e exploratório que teve como campo empírico o acervo do Instituto Zuzu Angel. Faz simulação de descrição usando os padrões MARC e AACR2r para a catalogação de uma peça do acervo – o Vestido de Protesto Político, usado pela estilista em desfile realizado em 1971 em Nova York. Conclui que as vestimentas acompanham a evolução da humanidade; são registros que expressam valores sociais, culturais, políticos e econômicos, formas de poder e de distinção social, mas também de informação, resistência e denúncia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Elisabete Gonçalves de Souza, Universidade Federal Fluminense. Departamento de Ciência da informação

Professora dos cursos de Biblioteconomia e Arquivologia e do Programa de Pós-graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal Fluminense.

Referências

ALMEIDA, Maria do Socorro Gomes de. Manual MARC 21: bibliográfico resumido. Rio de Janeiro: [s.n.], 2007.

ANDREA, Lúcia. [Zuzu Angel e a moda como protesto]. Rio de Janeiro, 2015. Disponível em: https://audaces.com/zuzu-angel-e-a-moda-como-protesto/ Acesso em: 10 fev. 2021.

ARAUJO, Jullyana M. Guimarães. A coleção especial como patrimônio bibliográfico no Brasil: uma abordagem conceitual. Memória e Informação, Rio de Janeiro, v. 4, n. 2, p. 75-97 jul./dez. 2020.

CÓDIGO de catalogação anglo-americano. Tradução: Federação Brasileira de Associações de Bibliotecários, Cientistas da Informação e Instituições. 2. ed., rev. São Paulo: FEBAB, 2004.

COSTA Jacqueline. Trabalho de Zuzu Angel, a estilista do desfile-protesto, volta à cena nos 50 anos do golpe militar: mineira tentou chamar atenção para o desaparecimento do filho, o militante Stuart Angel. Rio de janeiro, O Globo, 15 mar. 2014. Disponível em: https://oglobo.globo.com/ela/moda/trabalho-de-zuzu-angel-estilista-do-desfile-protesto-volta-cena-nos-50-anos-do-golpe-militar-16951260 Acesso 2 nov. 2020.

CRANE, Diana. A moda e seu papel social: classe, gênero e identidade das roupas. São Paulo: SENAC, 2006.

ECO, Umberto, O simbolismo das cores, 2011. Disponível em: http://pt.shvoong.com. Acesso em: 20 out. 2020.

FERREIRA, Manon de Salles. A roupa depois da cena. São Paulo, 2015 Tese. (Doutorado em Teoria e Prática do Teatro) - Escola de Comunicações e Artes, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015.

FERREZ, Helena Dodd. Documentação Museológica: teoria para uma boa prática In: FÓRUM DE MUSEUS DO NORDESTE, 4, Recife, 1991. Anais [...]. Recife: [s.n.],1991.

FURRIE, Betty. O MARC Bibliográfico: um guia introdutório. Brasília: Thesaurus, 2000.

INSTITUTO ZUZU ANGEL. Acervo digital. Rio de Janeiro, 2018. Disponível em: http://www.zuzuangel.com.br/ Acesso em: 10 out. 2020.

KAULING, Graziela B. A implantação da Teciteca do SENAI Rio do Sul. Florianópolis: SENAI, 2008.

MANSO, Priscila Haluschko. O vestuário através dos séculos e o início da moda. São Paulo, 2010. (Trabalho de Conclusão de Curso) - Escola de Negócios da Moda, São Paulo, 2010.

MEY, Eliane. Introdução à catalogação. Brasília: Briquet de Lemos, 1995.

ORTEGA, Cristina. O conceito de documento em abordagem bibliográfica segundo as disciplinas constituintes do campo. InCID: Revista de Ciência da Informação e Documentação, Ribeirão Preto, SP, v. 7, n. esp, p. 41-64, 10 ago. 2016. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/incid/article/view/118749 Acesso em: 21 nov. 2020.

ORTEGA, Cristina D.; LARA, Marilda L. G. Documento e informação, conceitos necessariamente relacionados no âmbito da ciência da informação. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 9, São Paulo, 2008. Anais [...]. São Paulo: ANCIB/USP, 2008. Disponível em: http://repositorios.questoesemrede.uff.br/repositorios/bitstream/handle/123456789/1019/Documento.pdf?sequence=1 Acesso em: 21 nov. 2020.

SIMILI, Ivana Guilherme; MORGADO, Débora Pinguello Tecidos, linhas e agulhas: uma narrativa para Zuzu Angel. Revista Tempo e Argumento, Florianópolis, v. 7, n. 15, p. 177 – 201, maio/ago. 2015.

SIQUEIRA, Jessica Camara. Biblioteconomia, documentação e ciência da informação: história, sociedade, tecnologia e pós-modernidade. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v. 15, n. 3, p. 52-66, nov. 2010. Disponível em: http://portaldeperiodicos.eci.ufmg.br/index.php/pci/article/view/1124 Acesso em: 21 nov. 2020.

TANUS, Gabrielle Francinne de S.C; RENAULT, Leonardo Vasconcelos; ARAÚJO, Carlos Alberto Ávila. O conceito de documento na Arquivologia, Biblioteconomia e Museologia. RBBD- Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação, São Paulo, v. 8, n. 2, p. 158-174, fev. 2013. Disponível em: https://rbbd.febab.org.br/rbbd/article/view/220 Acesso em: 17 out. 2020.

Downloads

Publicado

2022-04-18

Como Citar

Souza, E. G. de, & Senna, D. (2022). REPRESENTAÇÃO DESCRITIVA EM ACERVOS DE VESTUÁRIO: A COLEÇÃO ZUZU ANGEL. BIBLOS, 35(2). https://doi.org/10.14295/biblos.v35i2.12640