MANUSCRITOS DA FÉ SOB UMA LUPA

ASPECTOS DA BIBLIOGRAFIA MATERIAL FACE À COLEÇÃO DE LIVROS DE HORAS DA FUNDAÇÃO BIBLIOTECA NACIONAL (BRASIL)

Autores

  • Juliana Fernanda Colaço de Lima Universidade Federal do Rio de Janeiro https://orcid.org/0000-0002-2654-6146
  • Andre Vieira de Freitas Araujo Universidade Federal do Rio de Janeiro
  • Diná Marques Pereira Araújo Universidade Federal de Minas Gerais

DOI:

https://doi.org/10.14295/biblos.v35i2.12467

Palavras-chave:

Bibliografia Material, Descrição bibliográfica, Livro de Horas, Fundação Biblioteca Nacional (Brasil)

Resumo

A Bibliografia Material tem como propósito primeiro o estudo da materialidade do livro. Esta pesquisa tem o objetivo de apresentar e indicar alguns dos aspectos da Bibliografia Material face aos Livros de Horas da Fundação Biblioteca Nacional (Brasil). Para tanto, foi realizada revisão de literatura da temática Bibliografia Material e o mapeamento e a apresentação de alguns instrumentos de pesquisa que se ocuparam da representação da Coleção de Livros de Horas. Considera-se que a Bibliografia Material contribui para as análises dos elementos que contornam os Livros de Horas da Fundação Biblioteca Nacional (Brasil): a) elementos da História do Livro (na sua dimensão social e cultural); b) elementos da produção do livro; c) elementos referentes à descrição dos aspectos gráficos e materiais da edição; d) elementos referentes à descrição dos aspectos formais do exemplar. Conclui-se que a metodologia de estudos (análise e descrição) da Bibliografia Material são também relevantes para os estudos dos documentos manuscritos e podem ser associados às metodologias da Codicologia com o objetivo de expandir as perspectivas de estudos dos documentos gráficos, em especial no campo da Biblioteconomia brasileira.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Juliana Fernanda Colaço de Lima, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Bacharela em Biblioteconomia e Gestão de Unidades de Informação na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Tem experiência na área da Ciência da Informação com ênfase em Biblioteconomia, e atua principalmente nos seguintes temas: História Social, História do Livro e das Bibliotecas e Bibliografia Material.

Andre Vieira de Freitas Araujo, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Professor Adjunto e Vice-Coordenador do Curso de Biblioteconomia e Gestão de Unidades de Informação da Faculdade de Administração e Ciências Contábeis da Universidade Federal do Rio de Janeiro (CBG-FACC-UFRJ), onde leciona as disciplinas: "História do Registro da Informação"; "Teoria e Gestão de Livros Raros" e "Preservação e Conservação de Suportes Informacionais". Professor colaborador do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (PPGCI-ECA-USP). Membro correspondente da Rare Books and Special Collection Section da IFLA (International Federation of Library Associations and Institutions) (2019-2021). Membro da International Society for Knowledge Organization ? Capítulo brasileiro (ISKO- Brasil). Doutor em Ciência da Informação pela ECA-USP, com período sanduíche na Alma Mater Studiorum - Università di Bologna (UNIBO) (Bolsista do Programa de Doutorado Sanduíche no Exterior, PDSE-CAPES, Processo 88881.135491/2016-01). Mestre em História Social pela FFLCH-USP. Bacharel em Biblioteconomia e Documentação pela FFC-UNESP. É um dos idealizadores e organizadores do Fórum Internacional A ARTE DA BIBLIOGRAFIA e do Seminário Internacional Itinerante "A Arte da Bibliografia": 1) "I Seminário Internacional A Arte da Bibliografia: ferramentas históricas, problemas metodológicos e práticas contemporâneas" (Rio de Janeiro, UFRJ, 2014), 2) "II Seminário Internacional A Arte da Bibliografia: história, natureza e relações (inter) disciplinares" (São Paulo, USP, 2015), 3) "III Seminário Internacional A Arte da Bibliografia: as faces culturais do gesto bibliográfico" (Belo Horizonte, UFMG, 2016), 4) "IV Seminário Internacional A Arte da Bibliografia: relações histórico-epistemológicas entre Bibliografia e Bibliotecononomia" (Vitória, UFES, 2017), 5) "V Seminário Internacional A Arte da Bibliografia: A Bibliografia entre o local e o global: perspectivas históricas e aplicadas" (Recife, UFPE, 2018), 6)"VI Seminário Internacional A Arte da Bibliografia: das condições materiais e epistêmicas aos dilemas socioculturais" (Florianópolis, UDESC/UFSC, 2019). Foi convidado a participar do "International Congress Conrad Gessner (1516-1565)", ocorrido em Zurique, em 2016. Pertenceu ao quadro diretivo da Associação de Arquivistas de São Paulo (ARQ-SP - Biênio 2015-2016), ocupando cargo de secretário. Como bibliotecário, desenvolveu trabalhos em instituições e projetos diversos, ligados à organização, preservação e difusão de acervos históricos, dos quais se destaca a Biblioteca do Mosteiro de São Bento de São Paulo, fundada em 1598. Foi bibliotecário consultor em projetos da Fundação Telefônica (Projeto Coleção Sino Azul), Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), Biblioteca de São Paulo (BSP), Midiateca da Mediapost Angola e Centro de Documentação e Memória do Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco (CEDOC-SINDMETAL). Foi docente no Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (SENAC-SP), Centro Universitário Assunção (UNIFAI-SP) e Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo (FESPSP). Atua nas áreas de Bibliografia (História e Teoria), Método Bibliográfico Gesneriano, Bibliografia Histórica, Organização do Conhecimento (Aspectos Históricos e Epistemológicos), Patrimônio e Memória, História Social do Conhecimento, História do Livro e das Bibliotecas, Biblioteconomia de Livros Raros e Coleções Especiais, Políticas de Preservação Documental, Bibliotecas e Arquivos Beneditinos.

Diná Marques Pereira Araújo, Universidade Federal de Minas Gerais

Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação (UFMG, 2019-2022) -- Mestra em Ciência da Informação (UFMG, 2017) -- Bacharel em Biblioteconomia (UFMG, 2006) -- Restauradora e Conservadora de Documentos Gráficos -- Bibliotecária (Secretaria de Estado de Cultura de Minas Gerais, 2006-2009) -- Bibliotecária-Documentalista (UFMG, 2009- ) -- Coordenadora da Divisão de Coleções Especiais da Biblioteca Universitária-UFMG (2010- ) -- Membro do Comitê Memory of World, Unesco, Brasil (2015-2019) -- Membro do Grupo de Estudos Interdisciplinares da Raridade Documental (GEIRD), Brasil -- Atua nas áreas de preservação e descrição de documentos gráficos antigos e especiais. -- Desenvolve atividades em grupos de pesquisas com as temáticas: Bibliografia, Bibliofilia, História do Livro, História das Bibliotecas, Conservação-Restauração de documentos gráficos.

Referências

ARAUJO, Andre Vieira de Freitas. Sobre a eminência e o eco da Bibliografia: nos rastros do método bibliográfico gesneriano e dos fundamentos do campo. 2018. Tese (Doutorado em Cultura e Informação) - Escola de Comunicações e Artes, Universidade de São Paulo: São Paulo, 2018. Disponível em : https://teses.usp.br/teses/disponiveis/27/27151/tde-13092018-144446/pt-br.php. Acesso em: 25 maio 2020.

ARAÚJO, Diná Marques Pereira. Bibliofilia e livros raros na perspectiva histórico-cultural: uma abordagem crítica às visões instituídas na biblioteconomia e ciência da informação brasileira. 2017. 214 f., Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Minas gerais, Escola de Ciência da Informação.

ARAÚJO, Diná Marques Pereira; DOS REIS, Alcenir Soares. Bibliotecas, Bibliofilia e Bibliografia: alguns apontamentos. Revista de Ciência da Informação e Documentação. Universidade de São Paulo: v. 7, p. 183-201, 2016. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/incid/article/view/118770 . Acesso em: 02 set. 2019.

BELO, André. História & Livro e Leitura. Belo Horizonte: Autêntica, (Histórias &...reflexões,3), 2002.

BNDIGITAL. 2020. Online. Disponível em: http://bndigital.bn.gov.br/acervodigital/. Acesso em: 21 jun. 2020.

BOHIGAS, P. Normas para a descrição codicológica dos manuscritos. Cadernos BAD (Portugual), n. 1, 1977. Disponível em: http://hdl.handle.net/20.500.11959/brapci/139586. Acesso em: 11 out. 2020.

BOHIGAS, P. Normas para a descrição codicológica dos manuscritos. Cadernos BAD (Portugual), n. 1, 1977. Disponível em: http://hdl.handle.net/20.500.11959/brapci/139586. Acesso em: 10 out. 2020.

BOWERS, Fredson. Principles of Bibliographical Description. New York: Russell & Russell, 1962.

CAPACCIONI, A. Mapas y memorias: apostillas a una historia de la Bibliografía. Documentación de las Ciencias de la Información, Madrid, v. 29, p. 09-24, 2006.

CHARTIER, Roger. A história cultural: entre práticas e representações. Lisboa: DIFEL, 1990.

CHARTIER, Roger. Mistério estético e materialidades da escrita. In:_____. Inscrever e apagar: cultura escrita e literatura (séculos XI-XVIII). São Paulo: Ed. Unesp, 2007. p.9-22.

CRIPPA, G. Cassiodoro e as institutiones divinarum litterarum como fonte histórica para a discussão sobre práticas bibliográficas e organização do conhecimento. Informação & Informação, v. 20, n. 2, p. 86-117, 2015. DOI: 10.5433/1981-8920.2015v20n2p86 Acesso em: 11 out. 2021.

DARNTON, Robert. A importância de ser bibliográfico. In:_____. A questão dos livros. São Paulo: Companhia das Letras, 2010. p.146-163.

DESCRIPTIVE cataloging of rare materials (books). Washington, D.C.: Cataloging Distribution Service, 2007. 239 p.

DO MONTE, Vanessa Martins. Uma descrição codicológica: documentos setecentistas. Filologia e Linguística Portuguesa. Universidade de São Paulo: n. 10-11, p. 103-120, 2009.

Disponível em: https://www.revistas.usp.br/flp/article/view/59818. Acesso em: 20 set. 2020.

DONDI, Cristina. Printed Books of Hours from fifteenth-fentury Italy: the Texts, the books, and the survival of a long-lasting genre. Florence: Olschki. 2016.

FAILLACE, Vera Lúcia Miranda. Catálogo dos Livros de Horas da Biblioteca Nacional do Brasil. Rio de Janeiro: FBN, Coordenadoria de Editoração, 2016.

FARIA, Maria Isabel; PERICÃO, Maria da Graça. Dicionário do livro: da escrita ao livro eletrônico. São Paulo: EDUSP, 2008.

FISHER, Steven Roger. História da leitura. São Paulo: Unesp, 2006.

GASKELL, Philip. A New Introduction to Bibliography. [S.l.]: Oak Knoll, 1995.

GASKELL, Philip. Nueva introducción a la bibliografía material. [S.l.]: Ediciones Trea, 1999.

GREG, W. W. Bibliography: a apologia. Transactions of the Bibliographical Society, 1932-1933, p. 113-143.

GREG, W. W. Bibliography: a retrospect. In: ______. The bibliographical society: 1892-1942, Bibliographical Society, 1945.

HARMON, Robert Bartlett. Elements of bibliography: a simplified approach. London: Scarecrow Pr, 1981.

KIRSOP, W. Bibliographie matérielle. In: FOUCHÉ, P.; PÉCHOIN, P.; SHUWER, P. (Dir.) Dictionnaire encyclopédique du livre. Paris: Éditions du Cercle de la Librarie, 2002, v.1, p. 275-276.

LIMA, Juliana Fernanda Colaço de. Manuscritos da fé sob uma lupa: aspectos da bibliografia material face à coleção de livros de horas da Fundação Biblioteca Nacional (Brasil). 2020. 100 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Biblioteconomia e Gestão de Unidades de Informação) - Faculdade de Administração e Ciências Contábeis, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2020.

MANUSCRIPTS, a Marc format. Washington: Library of Congress, 1973. 47 p.

MANUSCRITOS, Séc. XII-XVIII: pergaminhos iluminados e documentos preciosos. Catálogo de exposição. Rio de Janeiro: Biblioteca Nacional, 1973.

MCKENZIE, Donald Francis. Bibliografia e a Sociologia dos textos. São Paulo: Edusp, 2018.

PEDRAZA GARCIA, Manuel José; CLEMENTE SAN ROMÁN, Yolanda; REYES GÓMEZ, Fermín de los. El libro antiguo. Madrid: Síntesis, 2003. 478 p.

REYES GÓMEZ, F. El libro moderno desde la bibliografia material y la biblioteconomia. Ayer: revista de historia contemporánea, Madrid, v. 58, n. 2, p. 35-56, 2005.

REYES GÓMEZ, Fermín de los. Manual de bibliografía. Madrid: Catalia, 2010.

RIBEIRO, Ana Elisa. O bibliógrafo digital: questões sobre a materialidade do livro no século XXI. Perspectivas em Ciência da Informação (on line), v. 22, p. 120-130, 2017.

RODRIGUES,Ubirajara Alencar. Codicologia, história e cultura. ETD - Educ. Temat. Digit. Campinas, SP, v.18, n.3, p.614-627, jul./set. 2016. DOI: http://dx.doi.org/10.20396/etd.v18i3.8641656. Acesso em 20 set. 2020.

RUÍZ GARCÍA, Elisa. Hacia uma semiologia de la escritura. Madrid: Fundación Germán Sánchez Ruipérez; Pirámide, 1992.

RUIZ GARCIA, Elisa. Introducción a la codicología. Madrid: Fundación Germán Sánchez Ruipérez, 2002.

SALGADO RUELAS, Silvia; SALDAÑA TORRES, Tonantzin Stephani. Libro de horas de la Biblioteca Nacional de Mexico. Mexico: Secretaria de Educacion del Gobierno del Estado de México, 2016.

SERRAI, Alfredo. Storia della Bibliografia. Roma: Bulzoni, 1988-2001. 11 v. em 13 tomos. Títulos dos volumes: I. Bibliografia e Cabala. Le enciclopedie rinascimentali (1); - II. Le enciclopedie rinascimentali (2). Bibliografi universali; - III. Vicende e ammaestramenti della 'Historia literaria'; - IV. Cataloghi a stampa. Bibliografie teologiche. Bibliografie filosofiche. Antonio Possevino; - V. Trattatistica biblioteconomica; - VI. La maturità disciplinare. Con indice dei volumi I-VI; - VII. Storia e critica della catalogazione bibliografica; - VIII. Sistemi e tassonomie; - IX. Manualistica, didattica e riforme nel sec. XVIII; - X/1-2. Specializzazione e pragmatismo: i nuovi cardini della attività bibliografica. - XI/1-2. Indici volumi I-X.

SCHWARCZ, Lilia Moritz. Sobre a longa viagem da biblioteca dos reis. In: DUTRA, Eliana Regina de Freitas; MOLLIER, Jean-Yves. Política, nação e edição: o lugar dos impressos na construção da vida política: Brasil, Europa e Américas nos séculos XVIII-XX. São Paulo: Annablume, 2006. p.11-45.

STOKES, Roy. The function of bibliography. Second edition. Aldershot: [s.n.], 1982.

VARRY, Domeniqui. Qu'est-ce que la bibliographie matérielle ?. Paris, 2011. Disponível em: http://dominique-varry.enssib.fr/node/31. Acesso em 12 out. 2019.

WIECK, Roger S. Time sanctified: the book of hours in medieval art and life. 2. ed. New York: George Braziller; Baltimore: The Walters Art Museum, 2001.

ZUR Katalogisierung Mittelalterlicher und neuerer Handscriften, Herausgegeben van Clemens Kottelwech. Frankfurt am Main : V.Klostermann, 1963. 191 p.

Downloads

Publicado

2022-04-18

Como Citar

Lima, J. F. C. de, Araujo, A. V. de F. ., & Araújo, D. M. P. (2022). MANUSCRITOS DA FÉ SOB UMA LUPA: ASPECTOS DA BIBLIOGRAFIA MATERIAL FACE À COLEÇÃO DE LIVROS DE HORAS DA FUNDAÇÃO BIBLIOTECA NACIONAL (BRASIL). BIBLOS, 35(2). https://doi.org/10.14295/biblos.v35i2.12467