<b>Registros acústicos biológicos detectados na Zona Econômica Exclusiva da região nordeste do Brasil – uma classificação em ecotipos funcionais</b>

Autores

  • Stefan Cruz Weigert Universidade Federal do Rio Grande
  • Lauro Saint Pastous Madureira Universidade Federal do Rio Grande

DOI:

https://doi.org/10.5088/atlântica.v33i1.2676

Palavras-chave:

Camada de Dispersão Acústica, costa nordeste do Brasil, ecotipo, migração nictemeral, Zona Econômica Exclusiva

Resumo

Um cruzeiro de prospecção hidroacústica foi realizado ao longo da plataforma, talude e região oceânica adjacente da costa Nordeste do Brasil, incluindo Bancos Oceânicos do Ceará, Atol das Rocas e Arquipélagos de Fernando de Noronha e de São Pedro e São Paulo. Foram prospectadas 1.653 milhas náuticas para avaliar distribuição e abundância de espécies de pequenos peixes pelágicos. Dados hidroacústicos foram coletados com uma ecossonda científica SIMRAD EK 500 operando em 38 kHz. Os registros gráficos foram utilizados para a caracterização morfológica dos agrupamentos de organismos. Dados de densidade acústica e amostras de rede de arrasto pelágico foram analisados buscando padrões que permitissem agrupar os registros em ecotipos. Os eco-registros detectados na ZEE da região Nordeste do Brasil foram organizados e caracterizados, baseando-se em descritores energéticos, morfológicos, espaciais, temporais e biológicos em cinco ecotipos funcionais representados por diferentes assembléias de espécies: 1) Nerítico; 2) Camada Oceânica; 3) Myctophidae; 4) Camada Oceânica com Myctophidae; e 5) Nuvem de Quebra (de Plataforma). A forma de agregação biológica tipicamente registrada na região foram as Camadas de Dispersão Acústica (CDA), tanto superficialmente quanto em estratos profundos da coluna de água. Movimentos de migração nictemeral relacionados às CDAs foram frequentemente observados, sendo de destacada importância ecotrófica para a região.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Stefan Cruz Weigert, Universidade Federal do Rio Grande

Possui graduação em Oceanologia pela Universidade Federal do Rio Grande - FURG (2000), mestrado e doutorado em Oceanografia Biológica pelo Programa de Pós-graduação em Oceanografia Biológica - PPGOB/FURG (2006 e 2010, respectivamente). Atualmente atua como Analista Ambiental do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), junto ao Centro de Pesquisa e Gestão dos Recursos Pesqueiros Lagunares e Estuarinos (CEPERG-Rio Grande-RS)

Lauro Saint Pastous Madureira, Universidade Federal do Rio Grande

Possui graduação em Oceanografia Geológica e Oceanografia Biológica pela Fundação Universidade Federal do Rio Grande (1980). Doutorado Hidroacústica Aplicada Recursos Marinhos pela University Of Cambridge e Marine Life Sciences Division, Inglaterra(1992) Professor Adjunto IV da Universidade Federal do Rio Grande, Brasil

Downloads

Publicado

2012-08-13

Como Citar

Weigert, S. C., & Madureira, L. S. P. (2012). &lt;b&gt;Registros acústicos biológicos detectados na Zona Econômica Exclusiva da região nordeste do Brasil – uma classificação em ecotipos funcionais&lt;/b&gt;. Atlântica (Rio Grande), 33(1), 15–32. https://doi.org/10.5088/atlântica.v33i1.2676

Edição

Seção

Artigos