<b>Diagnóstico ambiental das marismas no estuário da Lagoa dos Patos – RS</b>

Autores

  • Juliano Cesar Marangoni
  • César Serra Bonifácio Costa

DOI:

https://doi.org/10.5088/atlântica.v31i1.1534

Palavras-chave:

Marismas, diagnóstico ambiental, atividades antrópicas, erosão, Saltmarshes, environmental assessment, anthropogenic activities, erosion.

Resumo

As marismas no estuário da Lagoa dos Patos vem sendo suprimidas desde o século XIX pela expansão urbana, portuária e industrial, entretanto, nos últimos 53 anos perdas de área foram causadas principalmente por processo natural (erosão). As atividades antrópicas no entorno das marismas vem causando modificações na cobertura vegetal, afetando processos biológicos e ecológicos. Este estudo visou identificar e quantificar os efeitos adversos das perturbações de origem antrópica (pastejo, fogo, corte da vegetação, lixo, construção de aterros e canais de drenagem) e de origem natural (erosão) sobre as marismas. As perturbações antrópicas e erosão foram quantificadas em intensidade e extensão, avaliadas através de transeções aleatórias. As marismas no estuário da Lagoa dos Patos apresentam algum tipo de perturbação que afetam a vegetação com baixa intensidade e moderada extensão (10-50 m). Das 23 unidades de marismas avaliadas foi possível detectar 4 grupos de unidades sob dominância de perturbações causadas pela agropecuária (11 unidades-pastejo), atividade urbana (5 unidades-lixo), fogo (4 unidades) e erosão (3 unidades). As marismas demonstram uma boa taxa de recuperação da cobertura vegetal (3 anos) após as perturbações, fazendo com que este ecossistema seja resiliente frente aos impactos ambientais avaliados (pastejo, fogo, lixo e corte da vegetação).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Juliano Cesar Marangoni

Graduação em Oceanologia pela FURG, mestrado em Oceanografia Biológica, e doutorado em Oceanografia Biológica (Gerenciamento Ambiental) pela mesma universidade.

César Serra Bonifácio Costa

Possui graduação em Oceanologia pela FURG, mestrado em Oceanografia Biológica pela FURG e PhD in Biological Sciences - University of East Anglia. Atualmente é bolsista de produtividade em pesquisa do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico e professor titular da FURG.

Mais informações: Currículo Lattes

Downloads

Publicado

2011-03-26

Como Citar

Marangoni, J. C., & Costa, C. S. B. (2011). &lt;b&gt;Diagnóstico ambiental das marismas no estuário da Lagoa dos Patos – RS&lt;/b&gt;. Atlântica (Rio Grande), 31(1), 85–98. https://doi.org/10.5088/atlântica.v31i1.1534

Edição

Seção

Artigos