<b>Efeitos da temperatura, lixiviação, KNO3, GA3 e escarificação sobre a germinação das sementes de Hydrocotyle bonariensis lam.</b>

Autores

  • César Vieira Cordazzo
  • Viviane Cristina Santos Hackbart

DOI:

https://doi.org/10.5088/atlântica.v31i1.1533

Palavras-chave:

Germinação, Mecanismos, Dunas costeiras, Sudoeste Atlântico, Germination, Mechanisms, Coastal dunes, southwestern Atlantic.

Resumo

Hydrocotyle bonariensis é uma planta herbácea perene, rizomatosa com ampla distribuição ao longo da costa sudoeste Atlântica, crescendo típicamente em áreas expostas nas dunas e em locais onde o lençol freático está próximo à superfície. As condições de temperatura para a germinação das sementes desta planta foram investigadas em cinco diferentes temperaturas constantes (10, 15, 20, 25 e 30ºC), em três distintas temperaturas alternadas (15-20, 15-25 e 15-30ºC) e estratificação à frio em 5ºC durante 10, 15 e 30 dias. Adicionalmente, outros tratamentos foram testados: lixiviação, adição de KNO3, GA3 e escarificação mecânica com areia. As sementes não germinaram nas temperaturas constantes, exceto em 15ºC com 8%. O efeito das temperaturas alternadas mostraram um aumento na germinação com o aumento da amplitude da flutuação da temperatura, de 54% para 82%. A estratificação a frio não mostrou um efeito significativo na germinação final, mas resultou numa taxa de germinação mais rápida em relação ao controle. Os efeitos do GA3 (91%) e da lixiviação (93%) aumentaram significativamente a germinação em relação ao controle (78%). Sementes de H. bonariensis podem alcançar uma alta germinação em condições de temperaturas alternadas, sugerindo um valor adaptativo para que isto ocorra no período do ano e profundidade no solo, mais favoráveis. Hormônios vegetais podem regular este processo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

César Vieira Cordazzo

Atualmente é Professor associado I do Fundação Universidade Federal do Rio Grande, Membro de corpo editorial da Atlântica e Membro de corpo editorial da Neotropical Biology and Conservation, doutorado em Biological Sciences pela University Of East Anglia, UEA, Grã-Bretanha.

Mais informações: Currículo Lattes

Viviane Cristina Santos Hackbart

Graduação em Ciências Biológicas pela FURG. Tem experiência na área de Ecologia de vegetais de dunas. Atualmente, atua na Universidade Estadual de Campinas.

Mais informações: Currículo Lattes

Downloads

Publicado

2011-03-26

Como Citar

Cordazzo, C. V., & Hackbart, V. C. S. (2011). &lt;b&gt;Efeitos da temperatura, lixiviação, KNO3, GA3 e escarificação sobre a germinação das sementes de Hydrocotyle bonariensis lam.&lt;/b&gt;. Atlântica (Rio Grande), 31(1), 79–84. https://doi.org/10.5088/atlântica.v31i1.1533

Edição

Seção

Artigos