Um estudo sobre relações entre educação ambiental e educação em ciências através de artigos publicados nas atas do ENPEC

Autores

Palavras-chave:

Temática Ambiental, Educação Ambiental, Educação em Ciências, Ensino Fundamental I

Resumo

Nesse trabalho apresentamos resultados de um estudo realizado a partir de artigos publicados nas atas do Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências (ENPEC). Procuramos destacar e analisar relações entre educação ambiental e educação em ciências a partir da descrição das práticas pedagógicas presentes nos artigos. Essa análise foi realizada a partir de três categorias: conhecimentos, valores éticos/estéticos e participação política. Em um primeiro momento elaboramos agrupamentos a partir das diferentes práticas pedagógicas descritas nos artigos como, por exemplo, trabalho de campo, sequência didática e projetos de ensino. Nos artigos identificamos que algumas práticas pedagógicas envolvem a discussão de valores, como a afetividade, a solidariedade, o respeito e a contemplação da natureza. Em relação à dimensão da participação política foi identificada uma frequência menor nas práticas pedagógicas destacadas nos artigos. A dimensão dos conhecimentos está presente em todos os trabalhos. Todavia, não relações mais estreitas entre diferentes formas de conhecimento como, por exemplo, científico, filosófico e senso-comum. Salientamos que nos artigos analisados vai se delineando um cenário no qual há uma aproximação mais consistente, em termos teórico e metodológico, entre as áreas da educação em ciências e da educação ambiental.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vanessa Martins Mussini, Secretaria de educação do estado de São Paulo

Graduada em Licenciatura em Ciências pela Univesp (2015). Graduada em Pedagogia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP-2012) e mestre em Educação pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP-2019). Atualmente é professora da educação básica atuando pela secretaria municipal de educação do município de Piracicaba e pela secretaria da educação do estado de São Paulo.

Luciano Fernandes Silva, Universidade Federal de Itajubá

Graduado em Física pela Universidade de São Paulo (USP-1996), mestre em Educação pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP-2001) e doutor em Educação pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP-2007).

Referências

BARDIN, L. Análise de conteúdo. 5 ed. São Paulo: Edições 70, 2011.

BONOTTO, D. M. B. O trabalho com valores em educação ambiental: investigando uma proposta de formação contínua de professores. 2003. 231f. Tese (Doutorado em Educação) – Centro de Educação e Ciências Humanas, Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2003.

BORGES, R. M. R.; MORAES, R. Educação em Ciências nas Séries Iniciais. Porto Alegre: Sagra Luzzatto, 1998.

CARVALHO, L. M. A temática ambiental e a escola de 1º grau. 1989. 286 f. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, São Paulo, 1989.

_____. A temática ambiental e o processo educativo: dimensões e abordagens. In: CINQUETTI, H. S; LOGAREZZI, A. (Org.) Consumo e resíduos: fundamentos para o trabalho educativo. São Carlos: EdUFSCar, 2006, p.19-41.

KAWASAKI, C. S.; KATO, D. S.; VALDANHA NETO, D.; SOUZA, J. C. B.; OLIVEIRA, L. B.; MATOS, M. S. A pesquisa em educação ambiental nos ENPECs: contextos educacionais e focos temáticos. In: Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências, 7, 2009, Florianópolis. Anais... Florianópolis: ABRAPEC, 2009a.

FERNANDES, C. À procura da senha da vida-de-senha a aula dialógica? In: VEIGA, Ilma Passos Alencastro (Org.). Aula: gênese, dimensões, princípios e práticas. Campinas: Papirus, 2008. p.145-165.

LAYRARGUES, P. P. O cinismo da reciclagem: o significado ideológico da reciclagem da lata de alumínio e suas implicações para a educação ambiental. In: LOUREIRO, F.; LAYARGUES, P.; CASTRO, R. (Org.) Educação ambiental: repensando o espaço da cidadania. São Paulo: Cortez, 2002, 179-220.

LEFF, E. Epistemologia Ambiental. 3 ed. São Paulo: Cortez, 2002.

LIMA, R. A.; BRAGA, A. G. S. A relação da educação ambiental com as aulas de campo e o conteúdo de biologia no ensino médio. Revista Eletrônica em Gestão, Educação e Tecnologia Ambiental. v. 18 n. 4 dez 2014, p.1345-1350.

OLIVEIRA, C. S. Educação ambiental na escola: diálogos com as disciplinas escolares ciências e biologia, 2009. 143 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Faculdade de Educação. Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro.

SANTOS, J. R. D. Educação ambiental e o trabalho com valores: olhando para os animais não humanos. 2009. 158 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Instituto de Biociências de Rio Claro, 2009.

SANTOS, W. L. P; CARVALHO, L. M; LEVINSON, R. Dimensão política da educação ambiental em investigações de revistas brasileiras de ensino de ciências. Revista Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências, Belo Horizonte, v. 14, n. 2, p. 199-213, 2014.

SANTOS, R. J.; SILVA, L. F. Temas ambientais presentes nos manuais dos professores dos livros didáticos de biologia aprovados no PNLD 2012. In: Encontro Pesquisa em Educação Ambiental, 7, 2013, Rio Claro. Anais... Rio Claro: Unesp, 2013.

SILVA, L. F.; CARVALHO, L. M. Educação em Ciências e Temática Ambiental: aproximações teórico-metodológicas com a perspectiva educacional freireana. In: Giselle Watanabe. (Org.). Educação Científica Freireana na Escola. 1ed.São Paulo: Editora da Física, 2019, v. p. 1-171.

ZABALA, A. A prática educativa: como ensinar. Porto Alegre: Artmed, 1998.

Downloads

Publicado

2021-10-31

Como Citar

Mussini, V. M., & Silva, L. F. (2021). Um estudo sobre relações entre educação ambiental e educação em ciências através de artigos publicados nas atas do ENPEC. Ambiente &Amp; Educação, 26(1), 633–654. Recuperado de https://seer.furg.br/ambeduc/article/view/11773